Neurocirurgião Alexandre Raváglia - Dor Crônica

Tratamento Neurológico para Dor Crônica em Brasília

Neurocirurgião em Brasília especializado em Dor Crônica

Neurocirurgia para Dor Crônica em Brasília

Dor crônica é doença e deve ser tratada como tal. Segundo a Associação Internacional dos Estudos da Dor-IASP, a dor é definida como experiência sensorial e emocional desagradável associada a um dano real ou potencial dos tecidos, ou descrita em termos de tal dano. A dor sempre é subjetiva e cada indivíduo aprende a utilizar este termo por meio de suas experiências. A dor aguda dura dias ou semanas e é um sinal de alerta após um dano ocorrido no organismo. Já a dor crônica pode durar meses ou anos. Se a dor aguda não for tratada adequadamente, pode tornar-se dor crônica e se torna a própria doença do paciente. Essa condição, além do quadro doloroso, compromete, de forma profunda, o bem-estar social e emocional do indivíduo, tornando-o ansioso, deprimido e isolado da convivência diária com seus familiares e amigos, além de afetar sua produtividade no trabalho, resultando em afastamentos temporários ou permanentes.

Dores de cabeça ou cefaleias

Dores de cabeça ou cefaleias

Mais de 90% da população já teve dor de cabeça em algum momento da vida. Em cerca de 50% dos casos, o desconforto é frequente. A falta de informação adequada faz com que essas pessoas acabem se acostumando com o sofrimento e não procurem ou recebam um diagnóstico e tratamento apropriados. Existem mais de 100 tipos diferentes de dor de cabeça e cada um deles merece um tratamento diferenciado.

Dor lombar e articulações sacroilíacas

Dor lombar e articulações sacroilíacas

A dor na coluna, principalmente a dor lombar crônica, é, atualmente, em todo o mundo, a principal causa de perda de produtividade no trabalho e de incapacidade permanente. Os tratamentos para esse quadro evoluíram muito nas últimas décadas depois do advento de técnicas minimamente invasivas sem a necessidade de anestesia geral e com rápido retorno dos pacientes a suas atividades diárias.

O que é Fibromialgia

Neurocirurgia para Dor Crônica em Brasília

Síndrome de dor crônica com acometimento de múltiplos pontos ósteo-musculares difusamente pelo corpo. Esta síndrome, mais comum em mulheres, também se relaciona com distúrbios depressivos e de sono. Devendo ser tratada de forma individual e multidisciplinar.

O que são dores Oncológicas

Dor oncológica

O principal sintoma de apresentação do paciente com câncer é a dor. Estima-se que mais de 50% dos pacientes com câncer agravam seus quadros progressivamente sem adequado tratamento da dor, reduzindo ainda mais a qualidade de vida tanto no início da enfermidade quanto na fase terminal. Estes pacientes, quando não obtêm resposta satisfatória às medicações para dor, são candidatos à inúmeras técnicas minimamente invasivas, que vão desde bloqueios anestésicos até implantes de bombas de infusão contínua. Possibilitando amplo controle da dor e redução no sofrimento próprio e de seus familiares durante o tratamento oncológico.

O que são dores Neuropáticas

Dor Neuropática

Dor ocasionada por lesão ou patologia no sistema somatossensorial. Os sintomas mais comuns são dor em choque ou em queimação, formigamento e sensações alteradas. Relacionada à importante sofrimento e incapacidade progressiva dos pacientes. Os principais exemplos de condições de dor neuropática são: radiculopatia crônica lombar sem tratamento adequado (mais conhecida como "ciática"), neuralgia pós herpética (dor pós herpes zoster), neuropatia diabética e neuropatia causada por HIV, dor neuropática pós-traumas, após AVCs, lesões na medula espinhal, osteoartrites crônicas, dor neuropática pós-cirúrgica, que ocorre quando algum nervo é lesionado durante uma cirurgia, em especial em cirurgias da coluna vertebral, dentre muitas outras. Na falha do tratamento farmacológico, estão indicados procedimentos minimamente invasivos, como bloqueios anestésicos, radiofrequência e implante de eletrodos medulares que geram importante ganho na qualidade de vida desses pacientes.